sexta-feira, 22 de maio de 2015

Muti Randolph e os espaços dançantes


Artista ganha livro que retrata sua obra

Formado em artes visuais, o carioca Muti Randolph é mais conhecido pelos projetos de interiores. Seus clubes, galerias, instalações e cenários, movimentam-se conforme a música que toca no momento. A mistura de luz, som e artes gráficas cria uma arquitetura em fluxo. Agora o livro Timespaces, lançado pela Beĩ, revela os principais trabalhos do artista.

"Ao criar cenários e projetos de arquitetura de interiores, eu realizava o sonho de entrar nas minhas ilustrações", lembra Randolph, um dos pioneiros da arte em computador no Brasil. "Vem desse desejo a busca por uma completa imersão sensorial em meus trabalhos, onde teto, paredes e piso se mesclam e se confundem", afirma no início do livro. 

Randolph criou um software que desenha cores e luzes em tempo real. Espaços criados com a ferramenta marcaram o design de interiores brasileiro. Um exemplo é o clube D-Edge, em São Paulo. O artista também assinou instalações em importantes eventos de cultura pop, como o Festival Coachella, nos Estados Unidos e a São Paulo Fashion Week.

O volume traz textos de dois jornalistas internacionais para analisar a obra de Randolph: Philip Jodidio, crítico de arquitetura da editora Taschen, que assina o prefácio; e Shonquis Moreno, ex-editora de design da revista Dwell, responsável pelos textos. A edição de luxo tem capa 3D e textos em português e inglês.

Timespaces
227 páginas
Beĩ Editora

Image and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPic

Nenhum comentário:

Postar um comentário